quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Sem Juízo (III)

Matéria da TV ABCD. Parece que a prefeitura acordou, mas acordou tarde!

TVABCD apurou que a obra é ILEGAL e a Prefeitura de SBC embargou a obra por tempo indeterminado

Conforme matéria da TVABCD publicada na semana passada, referente a obra da Câmara Muncipal de São Bernardo, o vereador e presidente Hirouyki Minami (PSDB) respondeu a nossa reportagem na última quarta-feira (16), em alguns trechos que o problema está sendo resolvido pelo diretor geral da casa, Ricardo Pereira “Acredito que ele (diretor) segue todas as preocupações necessárias”, afirmou.

Minami destacou na mesma reportagem que haveria demolições internas, como forro, teto, e algumas paredes, mas o restante permaneceria “A estrutura é a mesma e não vai ser demolida”, disse.

Em resposta, o presidente da Câmara de São Bernardo Minami afirmou ainda que não havia analisado a questão, “Não tive tempo ainda para conversar com ele (diretor) e trocar essa idéia. Ele é o diretor-geral e está acompanhando todo o processo”, completou.

Depois de uma série de reportagens a TVABCD apurou que a obra é ilegal e em reportagem exclusiva com o Secretário de Obras da Prefeitura de SBC, José Cloves da Silva, informou que os termos 'embargado' e 'parado' são a mesma coisa.

Nesta quarta – feira (30) oficialmente a Prefeitura de São Bernardo informou que embargou a obra da reforma da Câmara por tempo indeterminado e solicitou também a apresentação de novos documentos referentes ao caso.

A TVABCD continua de olho e não vai parar de acompanhar o caso. Nesta quarta-feira (30) entrará com uma ação, requerendo a Instauração de Procedimento para Apuração de Irregularidades da reforma Câmara perante o Ministério Público da cidade para que esse caso, não caia no esquecimento e não passe desapercebido perante as autoridade e a sociedade.

Comentário: E agora? Como ficará a porção demolida do plenário? Será que vai ser restaurada de acordo com o projeto original? Eu sinceramente duvido! E o dinheiro gasto? Vai sair do bolso dos srs. vereadores de S.Bernardo do Campo que nada fizeram contra esse absurdo?

Um comentário:

Emanuel Alves disse...

Uma vergonha,jogam no lixo nossa história e sempre as mesmas desculpas.